Copel instala sistema fotovoltaico na Prefeitura de Curitiba

Uma parte considerável da energia consumida no Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura de Curitiba, passará a ser gerada por 439 placas fotovoltaicas instaladas no telhado do prédio, o que poderá trazer uma economia superior a R$ 100 mil por ano para a autarquia municipal. A implantação do sistema pela Copel prevê uma potência total de 144 kWp, com a capacidade de gerar 212MWh/ano, considerando apenas a geração solar, além da modernização de 5,8 mil pontos de iluminação, com a troca de lâmpadas convencionais por LED.

O projeto, denominado Palácio Solar, foi contemplado por meio de chamada pública da concessionária paranaense para o Programa de Eficiência Energética (PEE) regulado pela Aneel. O acionamento dos painéis aconteceu na última quarta-feira (05) em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Iniciativas semelhantes estão em implantação para atender universidades, escolas, empresas e condomínios com recursos a fundo perdido ou por meio de financiamento do PEE.

De acordo com a companhia, ao transformar um prédio público numa fonte geradora de energia, a distribuidora e o município dão um exemplo de como a utilização dos recursos financeiros e ambientais podem reverter em benefício aos cidadãos. “A Copel cumpre seu papel de empresa comprometida com a sustentabilidade ao incentivar, promover e assessorar projetos inovadores que não só aproveitam recursos naturais como também geram economia para os cofres públicos” destacou o presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero, complementando que este projeto é a prova de que a empresa não só incentiva como investe e acredita na mudança da matriz energética.

Atualmente, além do PEE, que destina 0,5% da receita operacional líquida para projetos a fundo perdido ou financiamentos, a Copel tem uma chamada pública para projetos semelhantes, mas para formar novas parcerias em que os produtores de energia ou investidores podem se associar à concessionária. “Esse projeto que temos a honra de inaugurar é de eficientização energética. Além dos painéis solares, vamos fazer a troca das lâmpadas e sensibilização das pessoas para o uso consciente de energia”, afirmou a secretária municipal de Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

Fonte: Agência Canal Energia – 06/06/2019

Esta notícia não é de autoria de Leandro Rudnicki, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.